Starlink Internet: quando estará disponível no Brasil?

Anúncio - papernest agente autorizado

Anúncio - papernest agente autorizado

Resumo: Com tantas pessoas usando a internet, é comum que novas empresas que oferecem o serviço surjam a todo momento. E a novidade da vez é a Starlink, sobre a qual você vai saber mais neste artigo.

Soluções que possam fornecer internet de qualidade para regiões remotas do planeta são sempre bem-vindas. E no Brasil, sabemos que há locais como o Sertão e a Amazônia, onde a conectividade ainda é extremamente precária. Porém a Internet Starlink poderia resolver este problema.

Há grande expectativa sobre o lançamento deste projeto do bilionário Elon Musk. Mas, nesta fase inicial ainda há muitas dúvidas. Pois, ninguém sabe ao certo como o serviço irá funcionar, quanto irá custar, quais serão os planos e como será a real cobertura. Mas, neste texto vamos falar tudo o que já se sabe sobre a Starlink.

Também falaremos sobre algumas curiosidades, abordando aqueles que estão receosos quanto ao serviço e explicando suas motivações. E você também descobrirá como é possível ver os satélites da empresa passando por sua cidade.

A Starlink é uma divisão da SpaceX, a gigantesca companhia do bilionário Elon Musk, e que pretende oferecer um serviço de banda larga via satélite com cobertura mundial.

No Brasil, sua implementação foi autorizada na última sexta-feira, 28 de janeiro de 2022, pela Agência Nacional de Telecomunicações.

Expectativas para a Starlink

Espera-se que a empresa seja capaz de fornecer conexão de qualidade, mesmo nas áreas mais remotas do globo. Assim superando as opções de internet via satélite que existem hoje.

Por isso, sua implementação é aguardada com muita curiosidade e ansiedade, pois pode se tratar de uma grande revolução tecnológica.

A Internet Starlink funciona através de vários satélites orbitando a Terra a baixa altitude. E a distância é um fator primordial para a qualidade do serviço, pois, segundo a empresa, a internet deste tipo que é oferecida atualmente funciona através de satélites geoestacionários, que orbitam a Terra a 35 mil km de altitude.

Por outro lado, os novos equipamentos da Starlink estarão muito mais próximos, a apenas 550 km de altitude.

Por estarem tão perto, o tempo de envio e resposta entre o usuário e o satélite será bem menor; a chamada latência. Assim a internet terá muito mais qualidade.

No Brasil, serão 4.408 satélites desse tipo, o que irá garantir que todo o território seja coberto.

Como ver os satélites da Starlink?

Como esses equipamentos são lançados periodicamente, eles podem ser identificados no céu noturno. Pois possuem uma marca característica como uma corrente de luz no céu.

Sabendo disso, um fã do projeto criou um site chamado “Find Starlink”, onde é possível digitar o nome de sua cidade e descobrir em quais horários é possível ver os satélites, assim como a posição exata para a qual se deve olhar.

Há 19 cidades brasileiras na lista, mas o criador afirma que é preciso ter cautela e saber que talvez o sistema não seja tão preciso assim, pois pode haver variações nas órbitas dos satélites. E os melhores momentos para visualizar são 3 ou 4 dias após o lançamento.

Confira a disponibilidade e ofertas de internet na sua região.

Comparador

Anúncio - papernest agente autorizado

Quando a internet Starlink vai estar disponível?

O interesse do Brasil em contar com essa tecnologia surgiu no ano passado, quando o ministro das telecomunicações, Fábio Faria, teve um encontro com Elon Musk nos Estados Unidos. Nesta oportunidade, ele falou sobre os benefícios que esta tecnologia poderia trazer ao Brasil.

O ministro estava interessado, principalmente, nas melhorias que a Internet Starlink traria para regiões remotas do país, propiciando até mesmo a criação de um sistema mais funcional de proteção à Amazônia.

Assim, protocolou-se uma solicitação para testes em território brasileiro em 22 de novembro de 2021.

Disponibilização em terriotório brasileiro

Agora, com o aval da Anatel, a Starlink tem autorização para fornecer internet Banda Larga no Brasil até 2027, porém as datas exatas de disponibilização ainda não foram definidas.

E, apesar da aprovação, o conselheiro Moisés Moreira garantiu que a Anatel ficará vigilante, para que a nova opção não traga limitações para a concorrência.

Porém, o tempo que os brasileiros terão que esperar para ter acesso a essa tecnologia não será tão longo, visto que países como Estados Unidos e Canadá já contam com o serviço.

Só teremos certeza dos planos e dos preços ofertados em nosso país depois da instalação completa. Mas podemos fazer algumas especulações, baseadas em testes feitos em outros locais do planeta.

De forma geral, a Internet Starlink pretende oferecer até 1 Gbps por segundo, quando sua rede estiver totalmente configurada.

E, nos Estados Unidos, os primeiros testes foram promissores, pois chegaram a velocidades de até 97 Mbps, de acordo com relatórios do Speedtest.

Então, é provável que, seguindo o exemplo de outras grandes operadoras, a empresa ofereça uma gama variada de pacotes. E eles irão variar de acordo com a velocidade e outros benefícios.

Plano Starlink Valor
Entre 100 a 200 Mbps R$530/mês

Os preços também seguem como uma grande incógnita. Mas, tendo como base os valores praticados nos Estados Unidos, onde o serviço já está disponível desde outubro do ano passado, podemos ter alguns valores bem salgados.

Planos Starlink

No país Norte Americano, os planos iniciais da Starlink custam 99 dólares, o que equivale a cerca de R$532,00.

Mas, a pior parte são os valores de instalação, pois é preciso adquirir um kit com antena e roteador, que não sai por menos de 499 dólares, ou R$2.698,00. na cotação atual.

Se valores assim forem praticados no Brasil, o serviço será inviável para a população em geral de lugares remotos e carentes. Mas, pode ser uma solução para empresas e o governo.

Porém, é esperado que o custo da Starlink diminua com o tempo.

Nem todos estão contentes com a chegada desta nova tecnologia. Pois, ela também oferece algumas desvantagens que os órgãos responsáveis vão analisar.

E, os astrônomos estão no grupo dos críticos da implementação da Internet Starlink. Segundo eles, a grande quantidade de satélites a uma distância tão curta, irá refletir a luz do sol e atrapalhar observações espaciais feitas através de telescópios daqui da Terra.

Mas, a empresa de Elon Musk não quer ter nenhum problema e estuda formas de minimizar estes efeitos negativos, como por exemplo, a instalação de satélites cobertos de preto ou usando visores que bloqueiam o brilho da luz solar.

A ideia é que na fase final do projeto, a Starlink tenha por volta de 42.000 satélites em órbita ao redor do planeta.


Anúncio - papernest agente autorizado

FAQ

Como usar a Starlink?

Quando a tecnologia estiver disponível, será preciso adquirir um plano e comprar um kit com antena e roteador.

Como a Starlink lança seus satélites?

Os satélites são colocados em órbita usando o foguete Falcon 9, que é capaz de carregar 60 exemplares de uma vez.

Onde a Starlink está disponível?

Clientes dos Estados Unidos e Canadá já podem usar a tecnologia e, em breve, ela estará disponível em muitos lugares.

Atualizado em 5 jul, 2022

redaction Redação
Redactor

Júlio César

Redator Telecomunicações

Comentários

bright star bright star bright star bright star grey star